NA DEFESA DAS URNAS E DA DEMOCRACIA

Palavra do Presidente

#falapresidente Na semana passada, acompanhamos um dos fatos políticos mais absurdos da história do Brasil e sem precedentes na diplomacia mundial. O presidente da República convocou diplomatas e representantes de dezenas de países para criticar as urnas eletrônicas, espalhando um conjunto de fakenews, mentiras e mentiras sobre o nosso sistema eleitoral. 

E não estava sozinho. Nessa busca pela validação de um golpe, esteve acompanhado por três generais: os ministros do Gabinete de Segurança Institucional Augusto Heleno, da Secretária-Geral da Presidência, Luiz Eduardo Ramos; o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira.

Ao criticar o Tribunal Superior Eleitoral (TSE),  Supremo Tribunal Federal (STF) e a eleição que é feita no país, sem ter nenhuma prova, até porque está mais do que provado que o voto eletrônico funciona, vários questionamentos, editoriais, artigos e opiniões de comentaristas políticos e juristas tomaram conta dos noticiários sobre os motivos de tamanha esculhambação. 

Em notícia-crime apresentada ao STF, deputados de oposição destacaram que o governo federal discursou uma fala golpistas aos embaixadores. “Traição contra o seu povo” perpetrados pelo presidente, diz trecho do documento.

Não podemos nos calar diante desta estupidez  contra a democracia. Por isso, importante a resposta da sociedade, das entidades, dos partidos, dos movimentos sociais e da população de um modo geral, todos indignados  com o ataque assombroso de um presidente ao seu próprio país.

Conte com a luta do nosso Sindicato. O abraço forte e fraterno desta presidência, sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *